bèrro sucinto via e-mail (feed):

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Labareda

Ontem tomei um banho de água fria.
A frieza não veio do banho, nem d'água.
Foi do jato frio das palavras de um mentor,
que gelaram meus planos.
Até ontem era labareda intensa
mas hoje apaga com uma única gotinha.

E agora, o que me resta
é atear faísca em outro terreno
e brincar com fogo novamente.

Um comentário:

Sorraine disse...

Eu também tomei junto com você esse banho ao telefone. Mas a parada é o que vc me disse mesmo: não desistir nunca. Brasileiríssimo! ;)
Te amo!!!