bèrro sucinto via e-mail (feed):

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

À palavra

A palavra
quando se prova
nunca se basta.
Eu a rumino,
ela me engole.

Nenhum comentário: