bèrro sucinto via e-mail (feed):

quarta-feira, 21 de março de 2012

Mijo meu

Não sei se é bexiga ou cérebro
controlando a situação,
pois o passo segue o caminho
sozinho.
Mictório e vaso viram arte
e banheiro exposição.
Um aperto toma o corpo,
a mão aperta o ovo,
o alívio sai a jato:
Líquido, quente e dourado.
De cada mijo meu,
um ritual sagrado.

Nenhum comentário: