bèrro sucinto via e-mail (feed):

terça-feira, 10 de maio de 2011

Sobre o descanso

Se despedidas em vida
daquelas de longa viagem
se dão demorados sorrisos e breves lágrimas,
desejando felicidades

Quero pra mim deste desejo,
no dia do descanso,
de partir sem ferir.

Menos gotas e mais dentes,
lembranças boas, não às últimas,
aceitas de forma serena.
Só de quem se deu
é que se acaba a validade.

Nenhum comentário: