bèrro sucinto via e-mail (feed):

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Brancos

Talvez se eu visse tantos brancos quanto um esquimó
Menos brancos eu iria ter
Sabe lá quantos brancos ele teve,
sabe lá quantos brancos ele vê

O branco para mim é um.
Só um tom do branco que eu vejo
O branco da memória falha, não é branco
é preto.

O branco para o esquimó é muito
Nas qualidades que a neve pode ter
Será que quando o esquimó tem um branco
É branco que ele vê?

25/11/2009





Nenhum comentário: