bèrro sucinto via e-mail (feed):

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Teto

Como poderei julgar qual sentido me importa mais?

Se da boca sai o que vi das coisas,
Se das coisas ouvi um texto da boca do outro
E se da boca do outro sai um bafo que poderia ser meu desabafo?
Por vezes meu texto é carregado de tato no teto da dúvida.

Nenhum comentário: