bèrro sucinto via e-mail (feed):

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Sobre pensar, sobre amor, sobre desejo, sobre criar, sobre a fé , sobre-humano

Do tanto não sei o quanto nem quando começou.
Sei que é e que sempre está.

Nenhum comentário: